João Maurício Boaventura e Andres Veloso são eleitos para a nova gestão do EAD

  João Maurício Gama Boaventura e
  Andres Rodriguez Veloso,
  nova gestão do Dep. de Administração

 

Os docentes João Maurício Gama Boaventura e Andres Rodriguez Veloso foram eleitos para a Chefia e a Vice-Chefia, respectivamente, do Departamento de Administração (EAD) da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEAUSP). A chapa recebeu 21 votos dentre os 31 participantes habilitados do Conselho do Departamento de Administração e tomou posse no dia 10 de outubro para o mandato de dois anos.

 A votação ocorreu no dia 29 de setembro, pelo sistema de votação oficial da USP. A chapa formada pelos professores José Roberto Securato e Tania Casado também disputou a eleição. A Comissão Eleitoral composta pelos professores Guilherme Ary Plonski, Alceu Salles Camargo Júnior e Leandro dos Santos Maciel, atuou na organização, supervisão e apuração do processo eleitoral, que também contou com a assistência da secretária do departamento, Janete Maria da Silva Santana.

Boaventura, membro da Comissão de Graduação, e Veloso, membro da Comissão de Pós-Graduação, já tinham contato com discussões importantes sobre o Departamento e elaboraram um projeto para a formação da chapa. Houve uma pesquisa com os docentes, discentes e funcionários do departamento para que opinassem sobre as propostas iniciais e discutissem os principais pontos a serem levados em conta pela nova gestão. “Nós fizemos uma campanha diferente do que qualquer outro departamento se lembra de ter feito”, conta Boaventura.

Para estruturar o projeto, foi criado um site (https://www.ead23.com.br) com a apresentação dos valores, da visão estratégica e das 12 propostas da dupla. Dentre as principais preocupações dos eleitos, estão o futuro retorno integral das atividades presenciais na universidade, o atual processo de acreditação e as iniciativas de inclusão e diversidade dentro do departamento. “Queremos incentivar mais atividades de Cultura e Extensão, projetos financiados, bolsas PUB para os alunos de Graduação e outros auxílios que atuam como forma de permanência estudantil”, afirma Veloso. 

O processo de acreditação envolve os departamentos de Administração e de Contabilidade e Atuária, e envolve a adoção de 9 padrões que englobam Gestão Estratégica e Inovação, Sucesso do Aluno e Liderança, Compromisso e Impacto Social. “Para que a FEA seja reconhecida internacionalmente como uma instituição de excelência, não basta termos cursos de excelência, nós temos que estar acreditados internacionalmente”, conta Boaventura. O curso de Administração também deve passar por uma reformulação a longo prazo para aprimorar o desenvolvimento de competências dos alunos. 

Os professores afirmam que o engajamento na votação é significativo, pois demonstra a participação dos professores na elaboração das propostas e o interesse em fazer com que elas saiam do papel. Ao final do mandato, eles esperam ter concluído os 12 projetos elaborados: “Se até o final desses dois anos nós já tivermos o curso novo em andamento, o aumento da participação de discentes e funcionários PPI (pretos, pardos e indígenas) e a movimentação das atividades de permanência para essas pessoas, acho que estaremos com um bom caminho andado”, afirma Veloso.

Gente da FEA - outubro de 2021

Autor: Pedro Ferreira

Data do Conteúdo: 
Segunda-feira, 25 Outubro, 2021

Departamento:

Sugira uma notícia