Especialistas financeiros participam do Economia na Mesa

Por Pedro Ferreira

 

Organizada pela Liga de Mercado Financeiro FEA-USP, a 8ª edição do Economia na Mesa teve seu encerramento na última quarta-feira, 12. O evento reuniu gestores, executivos, CEOs e economistas de destaque em seus três dias de transmissão pelo canal do YouTube da Liga. Desde 2014, o maior evento de economia universitário promove discussões e uma aproximação entre estudantes e grandes nomes do mercado financeiro. 

 

Na terça-feira, 4, o evento teve início com a estreia do Dia dos Gestores. A roda de perguntas contou com a participação de Florian Bartunek, CIO da Constellation Asset, e João Luiz Braga, sócio-fundador e analista da Encore, além da mediação de Priscila Yazbek, editora da InfoMoney.

 

Os convidados discutiram suas trajetórias, suas experiências universitárias, os desafios do mundo financeiro e suas visões a respeito da economia brasileira. Ambos abordaram os impactos da pandemia de Covid-19 em suas carteiras de investimentos e as expectativas com relação ao novo ciclo de alta das commodities e ao crescimento do setor varejista.

 

João Luiz comentou as novas oscilações do day trade no Brasil e contou a história de quando perdeu 20 mil reais na bolsa de valores enquanto estava na faculdade. Ele aconselhou o público jovem que tem interesse nesse tipo de investimento: “Tenha seu processo, estude muito antes, porque sabemos os efeitos dentro da cabeça de pessoas que tratam o day trade como cassino; aprendam com meu erro”.

 

Florian contou suas impressões sobre o fenômeno das criptomoedas, elogiando as novas possibilidades de simplificação das transações financeiras que elas propiciam. Ele também apontou algumas características que geram receios em investidores dessas moedas virtuais, como o bitcoin. “Eu observo o fenômeno com curiosidade e admiração; o grande problema do bitcoin é a volatilidade, você não sabe quanto vai ter”, afirmou.

 

Os convidados também comentaram sobre a influência do risco político no Brasil nas oscilações da bolsa de valores e as expectativas do mercado para grandes desdobramentos políticos atuais, como a CPI da Covid e a privatização da Eletrobrás. Por fim, ambos recomendaram leituras que consideram essenciais para a formação profissional e ofereceram dicas a quem quer seguir no ramo. “O backlog do mercado é infinito, você sempre tem o que fazer, estudar e ler, então é preciso ser workaholic e gostar de trabalhar”, comentou João Luiz.

 

O Economia na Mesa ainda contou com o Dia dos CEOs e o Dia dos Economistas. Na quinta-feira, 6, a conversa contou com a participação de Alessandro Zema, presidente do banco Morgan Stanley no Brasil, e Ricardo Guimarães, presidente do BNP Paribas no Brasil, além da mediadora Priscila Yazbek. Os CEOs debateram sobre os investimentos no Brasil, as reformas políticas e econômicas e as previsões para o PIB.

 

Na última quarta-feira, 12, o último dia do evento teve a presença de Gustavo Loyola, ex-presidente do Bacen, e Daniel Leichsenring, economista-chefe da Verde Asset, com mediação de Alex Ribeiro, colunista e redator do Valor Econômico. Os economistas discutiram a conjuntura macroeconômica no Brasil, os efeitos da pandemia no setor e a política fiscal brasileira.

 

 




 

Data do Conteúdo: 
Segunda-feira, 17 Maio, 2021

Departamento:

Sugira uma notícia