Disciplinas

Fundamentos Teóricos de Contabilidade


Disciplina: EAC5878-1

Área de Concentração: 12136

Número de Créditos: 8

Carga do curso:

Teórico
(Por semana)
Prática
(Por semana)
Estudos
(Por semana)
DuraçãoTotal
42215120
Objetivos:
Oferecer espaço para abordagem de teorias influentes na área, de forma completa, abrangendo todas as linhas de pesquisa do PPGCC. Essa é disciplina-chave, pois permitirá, além da consolidação da compreensão sobre os fundamentos teóricos multidisciplinares que sustentam este campo do saber, construção de conexões profundas com obras e autores seminais que moldam as linhas de pesquisa do PPGCC, bem como obras e autores que representam o limite do conhecimento científico em Contabilidade. São considerados além da discussão sobre fundamentos da ciência, oito áreas centrais concentradoras de pesquisa em Ciências Contábeis (história, financeira, gerencial, mercados, educação, auditoria, impostos e sistemas de informação).
Objetivos Educacionais
Como resultado natural de participação efetiva em aulas, discussões, atividades e projetos, os estudantes que concluírem com sucesso essa disciplina estarão aptos a:
1- Reconhecer teorias relevantes à pesquisa corrente em Contabilidade;
2- Discutir conceitos e principais afirmações teóricas nas diversas linhas de pesquisa;
3- Aplicar o c onteúdo e abordagem da disciplina em situações reais de pesquisa científica;
4- Diferenciar teorias em função de cenários e contextos específicos;
5- Sintetizar ideias e criar quadros de referência para apoiar processos de pesquisa científica na área de Ciências Contábeis;
6- Avaliar qualidade de fundamentação teórica essencial nas linhas de pesquisa da área de Contabilidade

Justificativa:
No âmbito do PPGCC da FEA/USP nota-se disciplina com ênfase em teorias da área (e.g., Teoria de Contabilidade), porém com foco específico. Identifica-se, portanto, lacuna no que diz respeito ao espaço para discutir em maior abrangência fundamentos teóricos merecedores de atenção por parte dos futuros mestres e doutores em Controladoria e Contabilidade, de todas as linhas do PPGCC.
Esta disciplina vem constituir espaço de discussão e disseminação de conhecimentos acerca de fundamentos teóricos, especialmente considerando a a diversidade teórica que sustenta a área, a realidade contextual da formação superior em Ciências Contábeis no Brasil, bem como a própria formação de docentes mestres e doutores.

Conteúdo:
Requisitos

1- Preparo prévio para todas as aulas é fundamental e envolve leitura prévia do material proposto ou interação com mídias sugeridas. Todas essas informações serão assumidas como compreendidas, como responsabilidade dos participantes.

2- Participar ativamente nas discussões de aula, nos ambientes virtuais e nos grupos de discussão. Audição ativa (active listening) é também requerida, porém não preenche este requisito.

3- Presença é requerida. Se, por alguma razão, você não puder participar da aula, notifique por eMail ou telefone. Faltas, a não ser por motivos justificados, afetarão a avaliação final.

4- Traga os materiais de leitura e preparo para todas as aulas, pois poderemos ter referencias diretas e explicitas a eles.

5- Todos os exercícios, atividades e trabalhos deverão ser entregues no tempo determinado. Se por alguma razão houver motivo impedindo a entrega em sala, comunique-se para evitar penalidades na avaliação.

6- Acesso ao ambiente online (Moodle/USP) é mandatório nessa disciplina. Há necessidade de assegurar-se sobre seu acesso (login/password).


Participação

1- (Geral) Parte fundamental da experiência educacional é propiciada pela ação com pares. Assim, sua participação é vital para ampliar a riqueza do desenvolvimento de todos os participantes da disciplina. Procure ser natural e intervir apropriadamente nas discussões presenciais e/ou virtuais. Isso será observado e resultará em parte da avaliação.

2- (Auto-Avaliação) Ao final do semestre encaminhar Relatório Individual da Experiência (3 a 4 páginas, espaço duplo) contendo sua reflexão sobre sua participação na disciplina (considerar anexo com evidências sintetizando sua participação em aula e ambiente virtual).


Programação

Semana Conteúdo Observação
1 Introdução

2 Conhecimento, Ciência, Pesquisa

3 Ciência Contábil: Desafios, Perspectivas

4 História

5 Financeira

6 Gerencial

7 Prova Intermediária

8 Mercados

9 Educação

10 Auditoria

11 Impostos

12 Sistemas de Informação

13 Debates sobre Críticas de Artigos

14 Prova Final

15 Entrega RF & RIE





Organização
(* leitura prévia parcial, específica, extraída dos materiais listados *)

Avaliation methods:
Construção do conhecimento e desenvolvimento das competências esperadas neste curso são naturalmente

Notas:
Disciplina obrigatória para o doutorado.

Bibliografia:
Requisitos

1- Preparo prévio para todas as aulas é fundamental e envolve leitura prévia do material proposto ou interação com mídias sugeridas. Todas essas informações serão assumidas como compreendidas, como responsabilidade dos participantes.

2- Participar ativamente nas discussões de aula, nos ambientes virtuais e nos grupos de discussão. Audição ativa (active listening) é também requerida, porém não preenche este requisito.

3- Presença é requerida. Se, por alguma razão, você não puder participar da aula, notifique por eMail ou telefone. Faltas, a não ser por motivos justificados, afetarão a avaliação final.

4- Traga os materiais de leitura e preparo para todas as aulas, pois poderemos ter referencias diretas e explicitas a eles.

5- Todos os exercícios, atividades e trabalhos deverão ser entregues no tempo determinado. Se por alguma razão houver motivo impedindo a entrega em sala, comunique-se para evitar penalidades na avaliação.

6- Acesso ao ambiente online (Moodle/USP) é mandatório nessa disciplina. Há necessidade de assegurar-se sobre seu acesso (login/password).


Participação

1- (Geral) Parte fundamental da experiência educacional é propiciada pela ação com pares. Assim, sua participação é vital para ampliar a riqueza do desenvolvimento de todos os participantes da disciplina. Procure ser natural e intervir apropriadamente nas discussões presenciais e/ou virtuais. Isso será observado e resultará em parte da avaliação.

2- (Auto-Avaliação) Ao final do semestre encaminhar Relatório Individual da Experiência (3 a 4 páginas, espaço duplo) contendo sua reflexão sobre sua participação na disciplina (considerar anexo com evidências sintetizando sua participação em aula e ambiente virtual).


Programação

Semana Conteúdo Observação
1 Introdução

2 Conhecimento, Ciência, Pesquisa

3 Ciência Contábil: Desafios, Perspectivas

4 História

5 Financeira

6 Gerencial

7 Prova Intermediária

8 Mercados

9 Educação

10 Auditoria

11 Impostos

12 Sistemas de Informação

13 Debates sobre Críticas de Artigos

14 Prova Final

15 Entrega RF & RIE




1 Introdução ao Curso

Jogalekar, A. (2013). Why the search for a unified theory may turn out to be a pipe
dream. Scientific American, May 2013.

Watts, R. L. & Zimmermanm J. L. (1979). The demand for and supply of accounting
theories: the market of excuses. The Accounting Review.

Hopwood, A. G. (2007). Whither Accounting Research. The Accounting Review, 82(5),
1365-­‐1374.

-­‐-­‐ extra -­‐-­‐
Watts, R. L. & Zimmerman, J. L. (1986). Positive Accounting Theory. Ch. 1 (pp. 1-­‐14).


2 Conhecimento, Ciência & Pesquisa

Godfrey-­‐Smith, P. (2003). Theory and reality: An introduction to the philosophy of
science. University of Chicago Press. Chapters 1 and 2 (pp. 1-­‐ 37).

-­‐-­‐ extra -­‐-­‐
National Academy of Sciences (2009). On Being a Scientist. Washington, DC: NAP.


3 Ciência Contábil e Alcance

Kushniroff, M. (2012). Where do we go to ensure the continuation of Accounting
Education? Journal of Accounting & Finance, 12(4), 110-­‐122.

Merchant, K. A. (2010). Paradigms in accounting research: a view from North America. Management Accounting Research, 21, 116-­‐120.

Hendriksen, E. S. & van Breda, M. F. (1992). Accounting theory (5th ed.). Irwin-­‐ McGraw Hill. (Chapter 5, pp. 121-­‐161)

-­‐-­‐ extra -­‐-­‐
Pathways Commission (Report)




4 História

Alexander, J. R. (2002). History of Accounting. ACA.

Chiapello, E. (2007). Accounting and the birth of the notion of capitalism.

Basu, S. & Waymire, G. B. (2006). Recordkeeping and Human evolution. Accounting Horizons, 20(3), 201-­‐229.

-­‐-­‐ extra -­‐-­‐
Mattessich, R. (2008). Two hundreds years of accounting research. Routledge.
(Chapter 2, pp. 21-­‐40)


5 Financeira

Miller, P. B. W. & Bahnson, P. R. (2010) Continuing the Normative Dialog: Illuminating the Asset/Liability Theory. Accounting Horizons, 24(3), 419-­‐440.

Libby, R., Bloomfield, R., Nelson, M. W. (2002). Experimental research in financial
accounting. Accounting Organizations and Society, 27, 775-­‐810.

Ahmed, K., Chalmers, K., & Khlif, H. (2013). A meta-­‐analysis of IFRS adoption effects.
The International Journal of Accounting, 48(2), 173-­‐217.

-­‐-­‐ extra -­‐-­‐

* Souissi, M. & Khlif, H. (2012). Meta-­‐analytic review of disclosure level and cost of
equity capital. International Journal of Accounting and Information Management,
20(1), 49-­‐62.


6 Gerencial

Burns, J., and Scapens, R. W. (2000). Conceptualizing management accounting
change: an institutional framework. Management Accounting Research, 11(1), 3-­‐25.

Tessier, S., and Otley, S. (2012). A conceptual development of Simon’s Levers of Control framework. Management Accounting Research, 23(3), 171-­‐185.

Kutluk, F. A., and Ersoy, A. (2010). Literature review of Behavioral Research in
Accounting between 1999-­‐2008. Journal of Yasar University, 3171-­‐3198.

Bonner, S. E. (2007). Judgement and Decision Making in Accounting. Pentice-­‐Hall.
Chapter 1 (pp. 1-­‐22)

-­‐-­‐ extra -­‐-­‐
* Borkowski, S. C., Welsh, M. J., Zhang, Q. (2001). An Analysis of Statistical Power in Behavioral Accounting Research. Behavioral Research in Accounting, 13(1), 63-­‐84.

Langfield-­‐Smith, K. (2008). Strategic management accounting: How far have we
come in 25 years? Accounting, Auditing & Accountability Journal, 21(2), 204-­‐228.

Brown, J. L., Evans III, J. H., and Moser, D. V. (2009). Agency Theory and Participative
Budgeting Experiments. Journal of Management Accounting Research, 21(1), 317-­‐
345

Otley, D. (1999). Performance management: A framework for management control
systems research. Management Accounting Research, 10, 363-­‐382.

Chenhall, R. H., Langfield-­‐Smith, K. (2003). Management control systems design within its organizational context: findings from contingency-­‐based research and directions for the future. Accounting, Organization and Society, 28, 127-­‐168.



7 Mercados

Armstrong, C. S., Core, J. E., Taylor, D. J., Verrecchia, R. E. (2011). When does
information asymmetry affect the cost of capital? Journal of Accounting Research,
49(1), 1-­‐40.

Healy, P. M., Palepu, K. G. (2001). Information asymmetry, corporate disclosure, and
the capital markets: A review of the empirical disclosure literature. Journal of Accounting & Economics, 31, 405-­‐440.

Kothari, S. O. & Lester, R. (2012). The role of accounting in the financial crisis: Lessons for the future. Accounting Horizons, 26(2), 335-­‐351.

-­‐-­‐ extra -­‐-­‐
Lambert, R. A., Leuz, C., Verrecchia, R.E. (2012). Information asymmetry,
information precision and the cost of capital. Review of Finance.

Almeida, J. R. & Eid, Jr., W. (2013). Access to finance, working capital management and company value: Evidences from Brazilian companies listed on BMF&BOVESPA. Journal of Business Research.

Kothari, S. P. (2001). Capital markets research in accounting. Journal of Accounting & Economics, 31, 105-­‐231.



8 Educação/Pesquisa

Apostolou, B., Hassell, J. M., Rebele, J. E., Watson, S. F. (2010). Accounting education
literature review (2006-­‐2009). Journal of Accounting Education, 28(3-­‐4), 145-­‐197.

Apostolou, B., Dorminey, J. W., Hassell, J. M., Watson, S. F. (2013). Accounting
education literature review (2010-­‐2012). Journal of Accounting Education, 31, 107-­‐
161.

Bryant, S. M., Kahle, J. B., and Schafer, B. A. (2005). Distance Education: A review of
the contemporary literature. Issues in Accounting Education, 20(3), 255-­‐272.

-­‐-­‐ extra -­‐-­‐
Boyce, G., Williams, S., Kelly, A., and Yee, H. (2001). Fostering deep and elaborative learning and generic (soft) skill development: the strategic use of case studies in accounting education. Accounting Education, 10(1).

Buckhaults, J. & Fisher, D. (2011). Trends in accounting education: Decreasing
accounting anxiety and promoting new methods. Journal of Education for Business,
86, 31-­‐35.

Dorminey, J., Fleming, A. S., Kranacher, M-­‐J., and Riley, Jr., R. A. (2012). The Evolution
of Fraud Theory, Issues in Accounting Education, 27(2), 555-­‐579.


9 Auditoria

Humphrey, C. (2007). Auditing research: a review across the disciplinary divide.
Accounting, Auditing and Accountability Journal, 21(2), 170-­‐203.

Carcello, J.V., Hermanson, D. R. & Ye, Z. (2011). Corporate Governance Research in Accounting and Auditing: Insights, Practice Implications, and Future Research Directions. Auditing: A Journal of Practice and Theory, 30(3), 1-­‐31.

Willenborg, M. (2012). Archival research in auditing. AAA Auditing Section (PRESENTATION).

-­‐-­‐ extra -­‐-­‐
AAA Auditing Section. 33 years of audit research.

Bell, T. B., M. E. Peecher, and I. Solomon. 2005. The 21st Century Public Company Audit. Available for FREE: http://business.illinois.edu/kpmg-­‐ uiuccases/monograph2.pdf

DeFond, M. & Zhang, J. (2013). A review of archival auditing research.


10 Impostos

Shackelford, D. A. & Shevlin, T. (2001). Empirical tax research in accounting. Journal
of Accounting and Economics, 31, 321-­‐387.

Hanlon, M. & Heitzman, S. (2010). A review of tax literature. Journal of Accounting
and Economics, 50, 127-­‐178.

Graham, J. R., Raedy, J. S., Shackelford, D. A. (in press). Research in accounting for
income taxes. Journal of Accounting and Economics.

-­‐-­‐ extra -­‐-­‐

Graham, J. R. (2006). A review of taxes and corporate finance. Foundations and Trends in Finance, 1(7), 573-­‐691.

Maydew, E. L. (2001). Empirical tax research in accounting: a discussion. Journal of Accounting and Economics, 31, 389-­‐403.



11 Sistemas de Informação

Ferguson, C., and Seow, P-­‐S. (2011). Accounting information systems research over
the past decade: Past and future trends. Accounting and Finance, 51, 235-­‐251.

*Lim, J-­‐H., Dehning, B., Richardson, V. J., and Smith, R. E. (2011). A Meta-­‐Analysis of the Effects of IT Investment on Firm Financial Performance. Journal of Information Systems, 25(2), 145-­‐169.

Worrell, J. L., Di Gangi, P. M., and Bush, A. A. (2013). Exploring the use of the Delphi
method in accounting information systems research. International Journal of Accounting Information Systems, 14, 193-­‐208.

-­‐-­‐ extra -­‐-­‐

Geerts, G. L. (2011). A design science research methodology and its application to accounting information systems research. International Journal of Accounting Information Systems, 12, 142-­‐151.