Teses e dissertações

Dissertação de Mestrado
Título original: Estudo das práticas de gestão empresarial de promoção do empreendedorismo corporativo: estudos de caso em empresas reconhecidamente empreendedoras com atuação no Brasil.
Autor: Boas, Eduardo Pinto Vilas
Orientador:  Santos, Silvio Aparecido dos
Banca Examinadora:  Almeida, Martinho Isnard Ribeiro de, Kuniyoshi, Marcio Shoiti, Santos, Silvio Aparecido dos
Data da Defesa: 22/09/2009
Palavras-chave: Business management, Corporate entrepreneurship, Empreendedorismo coorporativo, Gestão empresarial, Innovation, Inovação
Resumo Original: Este estudo tem o objetivo de verificar como e por que as práticas de gestão empresarial, destinadas à promoção de um ambiente propício à existência do empreendedorismo corporativo, que são encontradas em empresas atuantes no Brasil, reconhecidas por algumas publicações de negócios não científicas, contribuem para os resultados atribuídos às ações empreendedoras realizadas pelos seus empregados, sob a ótica de seus executivos. Essas empresas são então apresentadas como aquelas nas quais existe o empreendedorismo corporativo. Os resultados esperados das ações empreendedoras são a geração e lançamento de novos produtos, criação e/ou adoção de novos processos, criação e/ou adoção de novos conceitos de gestão e/ou a entrada em novos negócios. Assume-se como pressuposto conceitual que a ação empreendedora é benéfica para garantir e ampliar o resultado da empresa. O estudo terá cunho exploratório, qualitativo, transversal e será desenvolvido pelo método do estudo de caso, pois é o mais adequado quando se pretende estudar um fenômeno amplo e complexo,cujo tema ainda é pouco conhecido, com estudos de casos múltiplos. Foram estudadas cinco empresas, de setores diferentes da economia, de tamanhos diferentes e também com controladores de diferentes países. As fontes de informações mais importantes do estudo foram as entrevistas semi-estruturadas realizadas com os gestores das empresas selecionadas. As principais práticas de gestão empresarial voltadas ao empreendedorismo corporativo encontradas na pesquisa foram: recompensas, incentivos e reconhecimentos; disponibilização de recursos (materiais, humanos e financeiros); tolerância ao erro; apoio da alta administração; estruturação da empresa e liberdade de trabalho. A análise das informações dos casos estudados mostrou a existência de diversas práticas dentro de cada uma das cinco categorias identificadas. As empresas adotam práticas em comum, no entanto, também existem algumas peculiaridades que as diferenciam. Foi possível compreender que as práticas de gestão empresarial destinadas à promoção do empreendedorismo corporativo contribuem para as ações empreendedoras ao oferecer as condições organizacionais e os estímulos pessoais necessários para que os seus funcionários possam criar e implementar projetos empreendedores, que serão posteriormente acolhidos pela empresa. Tais práticas são valorizadas pelos empreendedores corporativos, porque sinalizam para eles que as ações empreendedoras são reconhecidas e podem lhes render resultados de prestígio profissional, dentro ou fora da empresa, além de benefícios financeiros diretos, em alguns casos.
Acesse: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-09102009-113857/

Table 'fea.fea_menu_home' doesn't exist