Tese - A importância da qualidade no ensino superior

Doutorado em Administração
 
  A oferta de vagas no ensino superior brasileiro, público e privado, tem sido crescente a cada ano. Em virtude dessa expansão, a qualidade destes cursos deve ser mantida, não só para garantir a formação de profissionais aptos ao mercado de trabalho, mas também para assegurar a lealdade dos alunos aos cursos.
 
  A tese de Luciana Massaro Onusic, defendida dia 30 de junho na FEA-USP, teve como objetivo identificar, através de um estudo de caso, os fatores que colaboram para o aluno ser leal ao curso escolhido em uma instituição de ensino superior pública — a FEA/USP. Os alunos que participaram da pesquisa são os que iniciaram os cursos de Administração, Ciências Contábeis, Ciências Atuariais e Economia em 2007.
 
  A realização da tese envolveu o levantamento do referencial teórico sobre o tema, a escolha e construção de um modelo utilizado no trabalho, pesquisa qualitativa com alunos que desistiram do curso escolhido, pesquisa quantitativa estruturada com os alunos da FEA/USP e aplicação de técnicas quantitativas para tratamento e análise dos resultados.
 
  O modelo escolhido para responder a questão-problema foi o proposto por Bloemer (1998) e aplicado anteriormente para instituições financeiras. Neste estudo o modelo foi aplicado em uma instituição de ensino superior com os constructos qualidade, imagem, satisfação e lealdade. Para identificar a relação entre estes constructos citados foram utilizadas duas técnicas: equações estruturais e regressão logística.
 
  Segundo a autora, as análises mostraram que a lealdade do aluno ao curso escolhido decorre diretamente da sua satisfação geral com o curso, a qual é influenciada pela qualidade percebida do curso pelo aluno. Os aspectos que mais diferenciam os alunos leais dos não leais ao respectivo curso são a satisfação com o corpo docente, com os processos administrativos e com a administração de modo geral.
 
A tese
  Luciana Massaro Onusic, A Qualidade de Serviços de Ensino Superior – o Caso de uma Instituição de Ensino Público. A tese foi orientada pelo professora Maria Aparecida Gouvêa e a banca constituída pelos professores Adriana Backx Noronha Viana, Ana Cristina Limongi-França, Rosane Rivera Torres e José Alfredo Machado Neto.



01/07/2009

Notícias Relacionadas