Visita à FEA ajuda na hora de decidir pelo curso, dizem alunos

Por Bruna Arimathea

Quase 600 alunos integram o novo corpo discente da FEA todos os anos. Alguns ingressam pela tradição da faculdade, outros porque sonharam em estudar nas melhores faculdades do Brasil. Muitos desses jovens possuem a oportunidade de sentir o gostinho da vida feana antes mesmo de passar no vestibular, nas visitas monitoradas que a Universidade de São Paulo promove, intitulada “USP e as profissões”. A edição deste ano aconteceu no dia 26 de abril, e trouxe dezenas de alunos do ensino médio para conhecer e se informar mais sobre as carreiras oferecidas.

Constantemente ranqueada entre as faculdades mais difíceis de ingressar da USP, a FEA se mantém como escolha de muitos jovens que desejam cursar Economia, Administração, Contabilidade ou Ciências Atuariais. Na visita, os estudantes puderam saber mais sobre o planejamento e a carga de ensino dos respectivos cursos e, orientados pelos coordenadores de graduação, esclareceram dúvidas e anseios sobre uma possível futura profissão.

Pelos corredores da FEA, diversos estudantes se impressionaram com a infraestrutura da faculdade, juntamente com a biblioteca, um ponto eleito como favorito entre os estudantes. Em meio às explicações sobre acervos e auditórios do espaço, eles puderam vislumbrar todo o potencial oferecido e observar a rotina de muitos feanos que utilizavam o ambiente.

Dos alunos recebidos no ano de 2018, cerca de 71% disseram que a visita foi feita para ajudar na decisão da escolha do curso. Número mais alto que no ano anterior, onde cerca de 52% afirmaram ter vindo à FEA pelo mesmo motivo. Também, observou-se uma maior presença feminina entre os visitantes. Cerca de 50% eram mulheres, um sinal excelente para o cenário empresarial que envolve a faculdade.

Palestra e bateria

Os futuros vestibulandos também tiveram oportunidade de conhecer algumas entidades da FEA, como a Bateria S/A (foto) e o Centro Acadêmico Visconde de Cairu. A palestra de recepção foi aberta pelo professor Adalberto Fischmann, diretor da FEA, e contou com um representante de cada departamento da casa. Em sua fala, Bruno Meirelles Salotti, professor coordenador do departamento de Contabilidade e Ciências Atuariais ressaltou que a vivência da faculdade como um todo é muito importante. A presença dos alunos, não apenas na sala de aula, mas também nas diversas entidades é um fator que agrega a formação acadêmica e pessoal do universitário.

A visita ao espaço foi dividida em grupos, onde puderam conhecer os principais espaços ocupados pelas entidades estudantis e já sonhar em estar aqui nos próximos anos. Eduardo Santos, aluno da ETESP, foi um dos estudantes que esclareceu algumas questões sobre o futuro. “Ainda estou bem indeciso, entre economia, administração e engenharia de produção, mas acho que preferia fazer economia mesmo. Estou vendo a FEA pela primeira vez. Só tinha passado pelo lado de fora e achei bem legal, tem uma boa estrutura”, contou o jovem de 16 anos.

Depois da visita e da palestra, o momento foi de tirar dúvidas a respeito de tudo o que foi apresentado, com um professor de cada curso nas diversas salas de aula. Neste momento os alunos puderam ter um contato mais íntimo com a faculdade: entrar na classe, sentar em uma de suas carteiras e ouvir um professor falar sobre o curso. Nesta edição os estudantes mostraram pensar grande. As perguntas, muitas vezes, giraram em torno de assuntos posteriores, como pós-graduação, áreas de atuação, situação de mercado, entre outras.

Para Fábio da Silva Teixeira, que se prepara para o vestibular estudando no cursinho oferecido pela Farmácia, a FEA é a oportunidade de seguir a carreira que tanto deseja. “Quero economia porque já trabalhei como jovem aprendiz no Banco Santander e lá eu atuava na área de fundo de investimento, e para você conseguir continuar em uma empresa multinacional você tem que estar formado em uma das melhores faculdades. Eu tenho bastante contato com o pessoal da empresa e eles me dizem ‘cara, se você quiser continuar nessa área, faça USP’”, pontuou o aluno.

Estar na FEA, para Fábio, foi a certeza de que a faculdade é o lugar a ser conquistado e que aqui ele poderá encontrar o que necessita. O estudante presta o curso pela primeira vez e ressaltou que tentará o ingresso pelo ENEM. “Vou prestar fuvest e SiSU, mas foco mais em ingressar pelo SiSU porque eu venho de escola pública e acho que é o meio mais fácil pra mim”.

“É a primeira vez que venho à FEA. Gostei bastante [da visita], a estrutura dela é bem diferente de outros prédios da USP. Gostei das palestras sobre os cursos, com professores super gabaritados que conseguiram tirar todas as dúvidas. Você fica ‘nossa, um dia eu quero estar ali’. É fantástica essa oportunidade de vir aqui e conhecer o ambiente”, encerrou o aluno que espera ocupar uma das cadeiras feanas no próximo ano.

 

Data do Conteúdo: 
segunda-feira, 7 Maio, 2018

Departamento:

Sugira uma notícia