Pesquisadores do setor automotivo têm encontro marcado na FEA em junho

Por: Cacilda Luna

A Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP irá sediar entre 11 e 14 de junho próximo a 26ª edição do International Colloquium of Gerpisa. Quem faz pesquisas sobre a indústria automotiva não pode perder esse evento, que contará com a presença de estudiosos de todo o mundo, especializados nos vários aspectos do setor. A professora Adriana Marotti, que tem experiência na indústria automotiva nas áreas de qualidade e estratégia, é a responsável pela organização do evento na FEAUSP. Até o final de janeiro, os interessados poderão submeter seus trabalhos por meio do link: http://gerpisa.org/node/3891.

O atual programa internacional de pesquisa da Gerpisa concentra-se nas novas fronteiras do setor automotivo, destinadas a novos mercados e indústrias emergentes, além de novas tecnologias, campos de inovação, novas aplicações e regulamentos. Este ano, o colóquio internacional será focado nos players envolvidos nessas transformações e sua capacidade de moldar diferentes tipos de futuros e orientar a direção da mudança. O tema será “Who drives the change? New and traditional players in the global automotive sector”.

O setor automotivo cresceu tanto e se tornou tão complexo que os players tradicionais, como os fabricantes de automóveis e de peças originais, distribuição e serviços relacionados a carros, não estão mais sozinhos. O mundo da tecnologia da informação entrou no setor automotivo por várias frentes -- a exemplo de empresas como a Tesla, Uber, Google, Amazon, Cisco etc -- o que poderá mudar sua estrutura e a própria natureza dos negócios.  Por conta da onda crescente de eletrificação dos carros, os produtores de baterias e empresas de energia elétrica também estão se tornando players relevantes no setor automotivo.   

Os trabalhos e debates do 26th International Colloquium of Gerpisa deverão focar as seguintes questões: Quais as estratégias e modelos de negócios que esses players implementam para transformar ou interromper o setor automotivo? Como eles interagem uns com os outros através da competição, bem como de parcerias, consórcios, fusões e aquisições, lobby e política? Quem lidera a mudança nos campos da inovação: players globais ou locais; empresas automotivas ou de TIC; produtos e tecnologias ou políticas e regulamentos?

O evento também dedicará espaço para entender o caso de países como o Brasil, tentando responder se existe espaço ou oportunidade para estratégicas nacionais no desenvolvimento de novos produtos ou serviços para eletrificação e digitalização de veículos. Também discutirá, entre outras coisas, se a interconexão entre essas novas tecnologias e o surgimento de novos paradigmas de mobilidade abre caminho para mais soluções e inovações locais, impulsionadas por políticas públicas específicas. 

 

Data do Conteúdo: 
quarta-feira, 3 Janeiro, 2018

Departamento:

Sugira uma notícia