FEA Professores - Três visões para a governança corporativa

Professores da área de governança corporativa comentam como o tema será abordado nos cursos de graduação de cada departamento da FEA

    QUANDO O ASSUNTO É ENSINO E PESQUISA DE QUALIDADE, ASSOCIADO ÀS DEMANDAS EXTERNAS, NÃO HÁ DÚVIDAS DE QUE A FEA É PIONEIRA. É por isso que, mais uma vez, a Faculdade está desenvolvendo a área de governança corporativa, que será ministrada nos três departamentos. Segundo a diretora da FEA, professora Maria Tereza Leme Fleury, a área foi pensada de modo a gerar uma sinergia entre os departamentos de economia, administração e contabilidade. “O objetivo não é apenas abordar o tema nas três áreas de conhecimento da FEA, mas, principalmente, desenvolver pesquisa conjunta”, esclarece a diretora, que adianta a contratação de três docentes para ministrarem as novas disciplinas.

    Familiarizado com a área, já que pesquisou governança corporativa na pós-graduação e leciona disciplinas sobre o assunto no MBA de Finanças da FIA desde 2002, o professor Alexandre di Miceli da Silveira vai ministrar uma disciplina sobre o tema no curso de contabilidade. “Basicamente, vou procurar mostrar a relevância da governança corporativa, e como a contabilidade pode contribuir para aprimorar a discussão sobre esse tema no país, ou seja, vou destacar as interfaces possíveis entre a governança e as ciências contábeis”, explica o prof. Alexandre, que também atua como pesquisador chefe do IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), que é o principal órgão de governança da América Latina. 

    Para o prof. Alexandre, a atitude da FEA de inserir a área de governança na graduação é necessária, pois responde a uma demanda do mercado, das empresas e dos principais órgãos nacionais e internacionais. “Por outro lado, foi uma iniciativa corajosa, uma vez que se trata de um assunto de alta gestão, anteriormente abordado apenas nos MBA’s e na pósgraduação”, completa o professor, que ainda destaca a multidisciplinaridade da área: “governança corporativa é um tema amplo, que engloba administração de empresas, contabilidade, economia e direito. Por esse motivo, tem que ter espaço nos três departamentos”.

    No departamento de administração, a disciplina que envolve governança corporativa será ministrada pelo professor Cláudio Antonio Pinheiro Machado Filho, que embora tenha feito mestrado e doutorado na FEA, lembra que o seu ingresso no meio acadêmico se deu a partir do PENSA, que é um programa de pesquisa da Faculdade, voltado para Agronegócios, coordenado pelo professor Décio Zylbersztajn. “Dentro do PENSA tem toda uma vertente de aparato conceitual associada à questão da governança e da responsabilidade social”, comenta o prof. Cláudio, que trabalha essa temática não apenas na gestão de empresas de capital aberto, onde a governança é mais comumente discutida, mas também em outros tipos de organização, como empresas familiares e organizações do terceiro setor. 

    Segundo o prof. Cláudio, a área de governança está inserida dentro dos tópicos avançados de administração geral, permitindo, portanto, que o tema seja tratado sob várias óticas. Entretanto, o professor especifica o enfoque que dará à disciplina: “minhas aulas irão mostrar a ligação da governança com os processos e mecanismos de gestão dentro das empresas”.

    Voltado para microeconomia teórica e aplicada, que é a área da economia que aborda a governança, o professor Fernando Antonio Slaibe Postali garante que a apreciação do tema na graduação é fundamental, pois é através dele que se estudam os incentivos individuais de cada agente econômico. “O problema todo da questão da governança dentro da economia é assimetria de informação, que é quando o agente principal, ou seja, o dono da firma, por exemplo, não observa a ação do empregado”, aponta o prof. Fernando, que completa: “a partir daí, ele tem que criar uma série de incentivos para que o funcionário aja de acordo com os interesses da empresa”. De acordo com o professor, a disciplina que irá ministrar, em um determinado momento, vai abordar justamente essa questão. “Vou lecionar microeconomia II que, basicamente, trata de mercados imperfeitos, e tem um tópico final de governança corporativa”, relata o professor que, no seu mestrado, trabalhou com desenho de contratos na área de petróleo e gás, com base em assimetria de informação. 

    Para o prof. Fernando, a inserção da governança corporativa nos três departamentos representa muito mais do que o ensino de um tema atual, em resposta às demandas da sociedade em geral: “a idéia é criar uma área de pesquisa que cresça ao longo do tempo”.

OLHA QUEM ESTÁ CHEGANDO TAMBÉM ...
Conheça os novos professores da FEA


    Na FEA, 2006 já começa recheado de gente nova! Além dos professores Alexandre di Miceli da Silveira, Cláudio Antonio Pinheiro Machado Filho e Fernando Antonio Slaibe Postali, que vão ministrar disciplinas envolvendo governança corporativa, na contabilidade, administração e economia, respectivamente, a Faculdade está recebendo outros docentes. No departamento de contabilidade foram contratados os professores Bruno Meirelles Salotti, Tânia Regina Sordi Relvas, e Joanília Neide de Sales Cia, para a área de Contabilidade Avançada; e o professor Luiz Lopes Paulo Fávero, para Métodos Quantitativos e Finanças. Já no departamento de administração, foi contratada a professora Graziella Maria Comini, que vai atuar na área de Recursos Humanos. O Gente da FEA dá as boas-vindas e deseja a todos um excelente ano de trabalho!

Data do Conteúdo: 
quarta-feira, 1 Março, 2006

Departamento:

Sugira uma notícia