FEA Mix - Congressos em contabilidade e Debatendo as mudanças climáticas

Embaixador da Inglaterra no Brasil participa de reunião na FEA sobre mudanças climáticas.

DOIS EM UM
CONGRESSOS EM CONTABILIDADE

    Nos dias 26 e 27 de julho, foram realizados, na FEA, o 7º Congresso de Controladoria e Contabilidade e o 4º Congresso USP de Iniciação Científica em Contabilidade. Os eventos, organizados pelo departamento de contabilidade com apoio da FIPECAFI, tiveram cinco temas principais: Controladoria e Contabilidade Gerencial; Contabilidade para Usuários Externos; Mercados Financeiros, de Crédito e de Capitais; Pesquisa e Ensino em Contabilidade; e Atuária. Segundo o coordenador dos Congressos, professor Wellington Rocha, mais de 850 pessoas se inscreveram e os dez melhores trabalhos foram premiados.

    De acordo com o prof. Wellington, a finalidade de ambos eventos é debater idéias inovadoras nas áreas de controladoria e contabilidade, bem como despertar nos estudantes o interesse pela pesquisa nesses campos.

DEBATENDO AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS
FEA RECEBE O EMBAIXADOR DA INGLATERRA NO BRASIL


    Por iniciativa do professor da FEA, Jacques Marcovitch, e do diretor científico da FAPESP, Carlos Henrique Brito da Cruz, foi realizada, no dia 26 de junho, na Faculdade, uma reunião com o embaixador britânico no Brasil, Peter Collecott, juntamente com o assessor especial de meio ambiente do primeiro-ministro inglês, John Ashcroft.

    De acordo com o diretor da FEA, professor Carlos Roberto Azzoni, o intuito da reunião foi discutir a possibilidade de se replicar no Brasil um estudo que a Inglaterra fez para o mundo inteiro sobre o impacto das mudanças climáticas. “A Inglaterra está em uma cruzada grande sobre os temas do aquecimento global e mudanças climáticas”, explica o prof. Azzoni, que continua: “então, nós os recebemos aqui e estamos em negociação para realizar esse estudo no Brasil, com apoio do governo britânico, do Banco Mundial e da Fapesp”. Também participaram da reunião os professores José Eli da Veiga, Danilo Camargo Igliori e Eduardo Amaral Haddad, que militam em áreas relevantes para essa pesquisa.

    Para o prof. Azzoni, a escolha da FEA para a realização dessa reunião é muito importante, pois mostra que as autoridades internacionais identificaram a escola como um interlocutor relevante para aquilo que elas têm a dizer.

Data do Conteúdo: 
quarta-feira, 1 Agosto, 2007

Departamento:

Sugira uma notícia