Biblioteca oferece espaço para exposições e integração cultural

Por Bruna Arimathea

 

A Biblioteca FEAUSP também tem lugar para a arte na cena universitária. O espaço para exposições, no hall de entrada, é uma oportunidade de trazer cultura e um ambiente diferente para a rotina do feano. Com destaque na entrada, o saguão da biblioteca se transforma em museu e permite aos alunos e funcionários um vislumbre artístico dentro da faculdade.

As vitrines estão disponibilizadas para exposições desde 2014, quando foram encerradas as reformas do local, e já receberam quatro exibições até o momento, incluindo as atuais peças expostas. A iniciativa é de disponibilizar o espaço, mas, sem curadoria própria, a biblioteca fica aberta a sugestões e acervos para apresentar em seu hall de entrada.

Margarida Maria de Sousa, responsável pela Biblioteca da Faculdade, afirmou que a instituição não tem como fazer, por ela mesma, as exposições, mas que existem planos. “Nós desejamos fazer uma exposição da biblioteca, com temática diferenciada, talvez reunir as obras mais  especiais do acervo do Delfim Netto”.

A chefe técnica também contou que há grande interesse em receber obras externas à FEA e que é possível notar a diferença no ambiente de estudos da faculdade. “O espaço foi dimensionado desde o começo do projeto da biblioteca. Foram concebidas vitrines com o objetivo de expor livros ou quadros. Gostaríamos que as pessoas se interessassem mais por esse espaço. Eu vejo as pessoas paradas olhando, falando que é bonito. Muda o ambiente da biblioteca, alegra um pouco”.

Atualmente, duas exposições estão abertas à visitação pública. Partes da coleção de Diva Pinho e Rosana Lombardi podem ser vistas até o dia 21 de setembro. O conjunto “Diva - Conexão Japão” é apresentado pela ocasião da inauguração do auditório Funcadi ocorrida em agosto.

A exposição “Arte Livre”, de Rosana Lombardi (foto), pintora e esposa do professor Ariovaldo dos Santos, do departamento de Contabilidade e Atuária, traz diversas obras da coleção pessoal da artista, e teve sua abertura no dia 5 de setembro, com a presença do organizador, professor Gilmar Masiero, do diretor da FEA, Fábio Frezatti além de amigos e professores que foram prestigiar Rosana.

Frezatti fez questão de agradecer a artista pelas obras disponibilizadas e ressaltou a importância da ação para a biblioteca da FEA. “Nós estamos em um ambiente em que as pessoas podem olhar para a gente no sentido monetário, de dinheiro, e a sensibilidade, a expressão, fazem parte da vida. Essa contribuição é muito bacana, porque as pessoas percebem o interesse da FEA, dos colegas e professores, e começam a entender um pouquinho como pode ser forte, importante e motivado por isso”.

Para Rosana Lombardi, é gratificante poder expor em um ambiente tão diverso, como a FEA. “É uma experiência incrível. Adorei o carinho, a lembrança do meu nome. Sou muito simples quanto àquilo que eu faço, porque aqui tem muito amor. Eu agradeço meus amigos, os professores, estou muito feliz”.

As exposições podem ser visitadas de segunda a sexta, das 7h30 às 21h30, na Biblioteca FEAUSP.

Fotos: Bruna Arimathea

Data do Conteúdo: 
Quarta-feira, 12 Setembro, 2018

Departamento:

Sugira uma notícia