Histórico

O Departamento de Economia da USP possui atualmente cerca de mil alunos graduandos e pós-graduandos, que desfrutam o privilégio de ter à disposição uma infraestrutura universitária completa.

Outra vantagem é o corpo docente do mais alto nível: mais de 70 professores-doutores, boa parte com formação acadêmica no exterior, se disponibilizam para o aperfeiçoamento do aprendizado e expansão do conhecimento dentro da faculdade.

Como consequência do excelente nível tanto do corpo docente como discente, o curso de Economia é sempre bem-avaliado por publicações especializadas e a pós-graduação do Departamento recebeu nota 7 (a nota máxima é 7) na avaliação trienal da CAPES.

Criado em 1964, o Programa de Pós-Graduação em Economia da FEA/USP oferece uma formação acadêmica sólida e pluralista, assegurada pela escala e diversidade de seu corpo docente. Além de contemplar o estado da arte em diversas abordagens teóricas, metodológicas e empíricas, o Programa enfatiza a reflexão sobre a evolução das ideias econômicas. O curso de Mestrado tem como objetivo fornecer aos alunos um excelente treinamento em Teoria Econômica e em Métodos Quantitativos, que lhes permita entender e desenvolver pesquisa acadêmica de fronteira.

O Programa conta com um corpo docente com interesses de pesquisa em um amplo espectro de áreas e com publicações em revistas especializadas de alto nível. Entre as áreas de pesquisa destacam-se (em ordem alfabética): Desenvolvimento Econômico, Econometria, Economia Agrícola, Economia da Educação, Economia do Meio Ambiente, Economia Internacional, Economia Regional e Urbana, Economia da Saúde, Economia do Trabalho, Finanças, História Econômica, História do Pensamento Econômico, Macroeconomia, Microeconomia, Organização Industrial, Sociologia Econômica e Teoria dos Jogos.