Teoria econômica

Objetivos

O Programa de Pós-Graduação na área de Teoria Econômica tem como objetivo central fornecer uma sólida formação em teoria econômica e métodos quantitativos, capacitando os alunos a realizar pesquisas teóricas e aplicadas de excelência acadêmica.

O Programa conta com um corpo docente altamente qualificado, com interesse de pesquisa em um amplo espectro de áreas e com publicações em revistas especializadas de alto nível. Entre as áreas de pesquisa, destacam-se as seguintes: Microeconomia, Macroeconomia, Econometria, Economia Regional e Urbana, Organização Industrial, Teoria dos Jogos, História Econômica, Economia Internacional, História do Pensamento Econômico, Economia do Trabalho, Economia da Saúde, Desenvolvimento Econômico, Economia do Meio Ambiente, Economia Agrícola, Finanças e Sociologia.

Estrutura do Curso

Alunos de mestrado devem concluir o curso no prazo máximo de dois anos e quatro meses. Para alunos de doutorado com título de mestre, o prazo máximo é de quatro anos; para alunos de doutorado sem título de mestre (doutorado direto), o prazo máximo é de cinco anos. O quadro abaixo mostra os créditos necessários e os prazos máximos para a qualificação e depósito da dissertação ou tese:

 Créditos em DisciplinasTese/Dissertação
Mestrado6464
Doutorado68120
Doutorado Direto92120
 QualificaçãoDepósito da Tese/Dissertação
Mestrado12 meses28 meses
Doutorado11 meses48 meses
Doutorado Direto28 meses60 meses

Obs.: cada disciplina equivale a oito créditos

Disciplinas obrigatórias para o mestrado

  • Economia Matemática (curso de verão)
  • Econometria I
  • Macroeconomia I
  • Microeconomia I
  • Macroeconomia II ou Microeconomia II

Durante o verão é também oferecido um curso de Estatística, obrigatório para os ingressantes no mestrado. A nota deste curso é utilizada para a atribuição dos conceitos da disciplina Economia Matemática.

Disciplinas obrigatórias para o doutorado

Alunos de doutorado portadores do título de mestre devem cursar as seguintes disciplinas obrigatórias:

  • Macroeconomia I;
  • Microeconomia I;
  • Econometria I;
  • Macroeconomia II;
  • Microeconomia II;
  • Uma disciplina da sequência de Econometria da pós-graduação: Econometria II ou Econometria III;
  • Monitoria Didática.

Os alunos do doutorado direto devem cursar as disciplinas acima, além das obrigatórias do mestrado.

Disciplinas eletivas

Além das disciplinas obrigatórias, os alunos de mestrado deverão concluir outras três disciplinas eletivas com pelo menos duas destas em um campo de especialização. Os alunos de doutorado com título de mestre devem cursar duas disciplinas eletivas com pelo menos duas destas em um campo de especialização, enquanto alunos de doutorado direto devem cursar quatro disciplinas eletivas com pelo menos duas destas em cada um dos dois campos de especialização.

Informações sobre as disciplinas eletivas regularmente oferecidas pelo programa de Economia podem ser encontradas aqui.

O aluno que tenha interesse em compor um campo com disciplinas que não estão listadas como pertencentes ao mesmo deve encaminhar à Comissão Coordenadora do Programa de Economia uma justificativa baseada em seu projeto de pesquisa acompanhada de parecer circunstanciado do orientador.

O aluno ainda pode cursar disciplinas eletivas em outras unidades da USP e no máximo um terço de seus créditos mínimos em outras instituições de pós-graduação. O programa mantém convênio com a EESP/FGV-SP, pelo qual nossos alunos podem cursar disciplinas naquela instituição.

Créditos especiais

Publicações acadêmicas de autoria do aluno podem ser utilizadas para contagem de até oito créditos (sendo até quatro créditos por trabalho), desde que desenvolvidas ao longo do curso. O mérito acadêmico da publicação será julgado pela Comissão Coordenadora do Programa. O aluno pode ainda solicitar contagem de créditos referentes a estágio docente realizado dentro do Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE).