Matching vai a Estocolmo!

Palestra explica teoria do matching

Graduada em matemática em 1967, com décadas de experiência e seis pós-doutorados na bagagem, a professora Marilda Sotomayor foi a responsável pela apresentação "Matching vai a Estocolmo". Organizada pelo departamento de Economia e pelo CAVC, a palestra tinha como objetivo explicar o uso da teoria do matching e seu papel no trabalho de Alvin Roth e Lloyd Shapley, laureados com o prêmio Nobel em 2012.

O evento, que lotou a Sala da Congregação no dia 13 de novembro, se iniciou com uma breve explicação a respeito da teoria dos jogos, da qual o matching é um dos ramos. "Um jogo é um modelo matemático, uma representação abstrata de situações da vida real em que dois ou mais tomadores de decisão, que chamamos de jogadores, interagem de acordo com regras pré-estabelecidas e suas decisões afetam um ao outro.", explicou a professora, "A teoria dos jogos é um ramo da matemática que estuda o comportamento desses tomadores de decisão", completou. Podem ser feitas ainda duas distinções: a dos jogos cooperativos (em que os jogadores podem cooperar e formar as chamadas "coalizões") e não cooperativos (cada jogador joga apenas por si próprio).

"Informalmente, um matching é um pareamento entre os jogadores que não viola as regras do mercado. No mercado de casamentos, por exemplo, um matching é um conjunto de casamentos monogâmicos", disse a professora.

O marco inicial da pesquisa no ramo data de 1962, quando foi publicado, em uma parceria entre o próprio Shapley e o matemático David Gale, falecido em 2008, o artigo "College admissions and the stability of marriage". O artigo formula e resolve o problema da admissão de estudantes às universidades através de uma distribuição estável e satisfatória. A dupla desenvolveu um algoritmo que solucionava esse problema. Em 1975 foi descoberto por Gale que este algoritmo já estava sendo usado desde 1951 nos Estados Unidos para distribuir os médicos pelos hospitais, onde eles tinham de fazer um ano de residência. Este fato foi provado e divulgado oficialmente em 1983 num trabalho de David Gale e Marilda Sotomayor.

As evidências apontam que o trabalho mais relevante da teoria de matching foi, sem dúvida, o livro "Two-sided matching. A study in game-theoretic and analysis", de autoria de Roth e Sotomayor e publicado em 1990. Este livro compila toda a teoria existente até a sua publicação e um de seus maiores feitos foi atrair a atenção dos economistas para a área de matching. "Até então, matching era considerado coisa de matemático e para matemáticos", informa a professora. Segundo o Mathematical Reviews, dentre todas as publicações de Roth, o livro é, de longe, a que mais citações tem. A segunda publicação mais citada de Roth tem um terço das citações do livro. Os autores foram laureados com o Lanchester Prize de 1990 e foram homenageados em 2010 com o congresso "Roth and Sotomayor: Twenty years after", para celebrar os vinte anos da publicação do livro.

Alguns anos após a publicação do livro, enquanto Marilda Sotomayor continuava a liderar a teoria, Alvin Roth passou a liderar as aplicações de matching à Economia: Desenho de Mercados e transplante de órgãos. "Atuou na organização dos mercados de escolha de escolas públicas de primeiro grau em Boston e em Nova York. Modelou o mercado de transplante de rins como um mercado de matching e então, usando um algoritmo devido a Gale, conhecido na literatura como "top-trading cycles" propôs uma reformulação no sistema de alocação de rins para pacientes", disse a professora.

"O prêmio Nobel outorgado a Roth e Shapley representa uma vitória de todos os autores que contribuíram com seus trabalhos para o desenvolvimento dessa teoria", concluiu Marilda.

22/11/2012

Texto extraído da página www.fea.usp.br

Data do Conteúdo: 
quinta-feira, 22 Novembro, 2012

Departamento:

Sugira uma notícia