FEA sedia principal congresso de negócios internacionais

Moacir de MirandaConfira as fotos do evento

A Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP (FEAUSP) foi palco, entre os dias 18 e 20 de fevereiro, da 6th AIB-LAT Annual Conference, a sexta conferência mundial do capítulo latino-americano da principal associação de negócios internacionais do mundo, a AIB (Academy of International Business). Com o tema “Ambientes de inovação e cadeias de valor globais na América Latina”, a conferência foi destinada a acadêmicos e doutorandos da América Latina que trabalham na área de negócios internacionais, além de estudiosos de outras regiões interessados na América Latina.

Pela segunda vez, o congresso foi realizado no Brasil. A primeira foi no Rio de Janeiro, em 2010, quando houve o lançamento do capítulo latino-americano da AIB com intensa participação da USP. Organizado pelo departamento de Administração da FEA e pelo Programa de Pós-Graduação em Administração da FEA (PPGA-FEA), o evento trouxe estudiosos do assunto e executivos de diversos países para contar suas experiências de sucesso no mundo dos negócios.

Segundo o presidente da 6th AIB-LAT e coordenador do PPGA, Moacir de Miranda Oliveira Júnior, 26 países estavam representados nessa conferência. “O que é mais importante nessa associação é que ela é a mais destacada na área de negócios internacionais. Isso significa que estamos trazendo os pesquisadores mais importantes do mundo nessa área, pesquisadores de nível A”. Miranda disse, ainda, que o evento faz parte do esforço do departamento de Administração e do PPGA para internacionalizar a Faculdade e “aumentar o reconhecimento da instituição além das fronteiras da América Latina”.

A conferência anual da AIB-LAT teve 112 participantes registrados e a inscrição de 46 papers competitivos e 52 papers interativos. Foram realizados cinco painéis acadêmicos e cinco painéis sobre negócios. No primeiro dia, foi realizado o Consórcio Doutoral com a participação de 12 candidatos ao título de PhD na área de negócios internacionais. O objetivo do consórcio foi promover a integração e o intercâmbio de ideias entre os doutorandos, e entre doutorandos e docentes, representando uma oportunidade para os alunos apresentarem seus projetos de tese com o intuito de ampliar o debate acadêmico, discutindo as propostas das pesquisas e seus futuros impactos.

Os finalistas dos melhores papers foram: “Cross-Cultural Effects on Pro-Environmental Attitudes and Behaviors”, de Cláudia Buhamra (Universidade Federal do Ceará), Michel Laroche (John Molson School of Business – Concordia University, Canada), Golam Mohammad Aurup (John Molson School of Business – Concordia University, Canada) e Sofia Batista Ferraz (USP); “The Moderanting Role of Group Affiliation on the Internationalization of Firms from Latin America”, de Cláudia Frias Pinto (Fundação Getulio Vargas – EAESP), Manuel Portugal Ferreira (ESTG-IP Leiria & Universidade Nove de Julho, Portugal), Maria Tereza Leme Fleury (EAESP - Fundação Getulio Vargas) e Dan Li (Indiana University, USA); “The Role of Industry Factors and  Intangible Assets in Company Performance in Colombia”, de Veneta Andonova (AUBG/Universidad de los Andes, Bulgaria and Colombia) e Guillermo Pava (Universidad de los Andes, Colombia).

Abertura oficial

A abertura oficial da 6th AIB-LAT Annual Conference, no dia 19 de fevereiro, foi conduzida pelo presidente do congresso, Prof. Moacir de Miranda Oliveira Júnior, e pelo presidente do Capítulo Latino-americano da AIB, Dr. William Newburry, da Florida International University. Participaram da mesa de abertura o diretor da FEA, Prof. Adalberto Fischmann, e o chefe do departamento de Administração da FEA, Prof. Roberto Sbragia.

Os primeiros speaker notes a se apresentarem foram Nelson Salgado, vice-presidente de Relações Internacionais da Embraer, André Clark Juliano, vice-presidente de Negócios Internacionais da Camargo Corrêa, André Favero, CEO da Apex Brasil, Fredrik Tell, professor da Uppsala University, e Marcelo Nóbrega, diretor de Recursos Humanos da McDonald´s Latin America. Os executivos falaram sobre as experiências das empresas na área de inovação e sobre as cadeias de valor globais.

Segundo o presidente do congresso, Moacir de Miranda Oliveira Júnior, a América Latina é vista tradicionalmente como um lugar para produção de baixo custo ou como um grande produtor de commodities de agronegócios, mas essa é uma visão parcial. “Na verdade, temos um conjunto de investimentos na área de inovação cada vez mais crescente, e o debate que estamos fazendo aqui é justamente esse: jogar luz sobre essas iniciativas. Então, quando trazemos aqui um diretor da Embraer, queremos mostrar uma empresa paradigmática, onde a inovação é central”.

Moacir Miranda destacou, por exemplo, o painel de agronegócios, conduzido pelo professor Décio Zylbersztajn, do Pensa (Centro de Conhecimento em Agronegócios) da FEAUSP. “O Brasil não é líder mundial em agronegócios, simplesmente porque temos muita terra. Promovemos também inovação de tecnologia no tratamento de solo, em técnicas de irrigação”, justificou o presidente do 6th AIB-LAT Annual Conference.

Outro destaque apontado por ele no congresso foi o case da “Galinha Pintadinha”, um personagem que ganhou a simpatia do mundo e bateu recorde de visualizações na internet. “Tivemos um painel sobre a internacionalização da indústria criativa. A Galinha Pintadinha é um grande sucesso, exportado para mais de 50 países. É uma coisa engraçada, bonitinha, mas é também big business”, finalizou.

Autora: Cacilda Luna
Fotos: Guilherme Queiroz

Data do Conteúdo: 
segunda-feira, 22 Fevereiro, 2016

Departamento:

Sugira uma notícia