Mestrado - Influência da relação com os stakeholders na presença de indicadores de sustentabilidade: estudos de casos no setor de mineração do Brasil

Tipo de evento: 
Defesa
Data e hora: 
29/01/2019 - 10:00 até 13:00

 

Paulo Henrique De Castro     

Mestrado - Influência da relação com os stakeholders na presença de indicadores de sustentabilidade: estudos de casos no setor de mineração do Brasil   

Orientador: Prof. Dr. Hamilton Luiz Correa  

Comissão: Profs. Drs. Flávio Hourneaux Junior, Thelma Valeria Rocha e Luis Enrique Sánchez                            

Local: Sala 217, FEA-5

Resumo*

Este trabalho teve como objetivo geral: entender como as priorizações dadas aos stakeholders e o engajamento com mesmos podem refletir na presença de indicadores de sustentabilidade das organizações mineradoras no Brasil. Os objetivos específicos foram: revelar quem são os stakeholders priorizados e o por quê; e perceber qual a importância tem o engajamento com as partes interessadas na busca pelo desenvolvimento sustentável das mineradoras. Na fundamentação teórica foram abordados os principais conceitos da teoria de stakeholders, desenvolvimento sustentável, modelos e indicadores para mensurar o desenvolvimento sustentável e influenciadores do desempenho socioambiental. Dois estudos de casos foram realizados, tendo como fontes de dados: entrevistas em profundidade, relatórios oficiais, observação direta e a literatura. Os dados foram tratados conforme técnicas de análise de conteúdo e puderam evidenciar a priorização dada às comunidades locais e colaboradores. Todas as fontes de dados apresentaram indícios do tratamento diferenciado desses dois grupos de stakehoders. Os impactos causados às comunidades e colaboradores juntamente com o posicionamento estratégico e a necessidade de legitimidade para operar parecem ser os grandes impulsionadores da priorização apresentada. O engajamento com os grupos de partes interessadas ocorre desde o planejamento inicial das operações até o fechamento da mina. O contato permite o compartilhamento de boas práticas, o que pode contribuir para o desenvolvimento sustentável das mineradoras e grupos envolvidos. As empresas assumem responsabilidades perante os stakeholders e garantem ações que evidenciem os compromissos, inclusive o monitoramento das questões consideradas importantes por grupos salientes. Assim, os indicadores presentes refletem a priorização dada às comunidades e colaboradores bem como o engajamento contínuo com os mesmos. Os resultados podem contribuir com literatura ao apresentar novas formas de priorizar os stakeholders diferentes daquelas já consagradas na teoria. Isso sugere uma discussão da efetividade dos antigos modelos de priorização nos variados tipos de indústrias. E ainda, há a iniciativa de inserir a perspectiva dos stakeholders nos estudos, o que certamente pode fortalecer a teoria que predominantemente investiga a gestão do ponto de vista da empresa. Quanto à contribuição gerencial, o setor de mineração poderá encontrar subsídio para melhorar o relacionamento com os stakeholders em busca pelo desenvolvimento sustentável, algo essencial para perenidade desse setor cuja importância é significativa para a economia brasileira.

*Resumo fornecido pelo autor

Departamento:

Voltar para a página de eventos