Mestrado em Empreendedorismo - Negócios sociais e investimento de impacto: um estudo sobre as percepções dos atores do ecossistema

Tipo de evento: 
Defesa
Data e hora: 
20/09/2017 - 09:00 até 13:00

CARLOS EDUARDO ALVARES GONÇALVES
Mestrado em Empreendedorismo
Negócios sociais e investimento de impacto: um estudo sobre as percepções dos atores do ecossistema
Local: Sala 215, FEA-5
Orientadora: Prof.ª Dr.ª Rosa Maria Fischer
Comissão: Profs. Drs. Graziella Maria Comini, Edgard Elie Roger Barki e João Paulo Bittencourt

Resumo

Ao longo do tempo atribuiu-se a geração de valor econômico-financeiro às organizações empresariais atuantes no mercado das relações capitalistas e a geração de valor social às organizações do terceiro setor. Essa aparente dualidade vem sendo questionada no âmbito do empreendedorismo, provocando o surgimento do fenômeno do investimento de impacto como uma alternativa que possibilita a alocação de capital em iniciativas e empreendimentos, os chamados negócios sociais, que visam criar impacto social positivo acompanhado de retorno financeiro. A emergência de investidores e empreendedores de negócios sociais tem provocado polêmicas e reflexões acerca da avaliação de impacto, da taxa de retorno do investimento de impacto e também de conceitos essenciais para fundamentar as operações de investimento, como valor social e impacto socioambiental. Neste cenário, o presente trabalho teve como objetivo analisar as percepções dos diferentes grupos de atores do ecossistema brasileiro de negócios sociais e investimento de impacto sobre esses temas e sobre suas experiências no setor – desafios, oportunidades e aprendizados. Foi desenhada uma pesquisa exploratória de abordagem qualitativa, cujo problema de investigação foi o levantamento de opiniões, percepções e expectativas de representantes de três grupos de atores desse ecossistema: investidores interessados em negócios sociais; empreendedores e executivos de negócios sociais; e representantes de organizações intermediárias, como aceleradoras e fundos de investimento. A partir da construção de um referencial teórico e da análise de dados secundários sobre o fenômeno estudado, realizou-se o levantamento de dados primários aplicando-se um roteiro para entrevista semiestruturada em uma amostra intencional composta por dezoito pessoas. A análise das respostas evidenciou que há uma grande diversidade de entendimentos sobre o conceito de valor social e que alguns entrevistados tendem a usar esse termo como sinônimo de impacto social. A maioria dos entrevistados ressaltou elementos relacionados ao acesso à educação, aos serviços de saúde e aos direitos de cidadania. Mas nenhum se referiu à gestão de resíduos sólidos como elemento gerador de valor social. Talvez por se tratar de empreendimentos relativamente recentes, não foi possível identificar em que grau os investidores de impacto estão contribuindo para que esses negócios potencializem a geração de valor social aos beneficiários finais. No entanto, todos os negócios sociais que receberam investimento de impacto afirmaram que os investidores estão contribuindo para o desenvolvimento de seus negócios. Sobre a taxa de retorno do investimento, as opiniões dos entrevistados divergiram, mas a maioria deles entende que, no médio e longo prazo, as taxas de retorno deveriam seguir as taxas médias de mercado. A avaliação de impacto pré-investimento ainda é mais aproximativa do que baseada em indicadores de impacto social, porém todos os atores dos grupos de oferta de capital e demanda de capital que receberam investimento afirmaram que a geração de valor social é monitorada pelos investidores após o aporte de recursos. Os principais desafios apontados foram o acesso e o volume de capital, as restrições próprias do contexto econômico brasileiro e a imaturidade do setor. Todos consideram, porém, que o setor de negócios sociais e os investimentos de impacto têm futuro promissor no Brasil, seja pela necessidade de resolução dos inúmeros problemas sociais e ambientais, seja pelo tamanho do mercado de potenciais beneficiários dessas iniciativas. Nesse sentido, o presente trabalho espera contribuir para o avanço teórico e prático das questões e dilemas enfrentados pelo empreendedorismo social e pelo setor de investimento de impacto, bem como para fomentar o ecossistema brasileiro de Finanças Sociais.

 

Departamento:

Voltar para a página de eventos